Bolão do Paulistinha – 18ª Rodada

Penúltima rodada da primeira fase e vamos ver como está o bolão:

bolao

Como podem ver, é melhor palpitar e ver se ainda tenho chances nesta reta final.

Quem sabe, depois de entrar na era 27, não consigo mudar alguma coisa nesse panorama.

Enjoy!

Continue reading

Vinte e Sete

Mais um 30 de março que chega.

O 27º outono que se completa.

27…

Engraçado. Nunca me imaginei com 27 anos. Aliás, 27 é um número tão estranho, sem significados…

Parece, mas nem primo é. Se divide por 3 e 9.

27…

O encerramento de um ciclo, que não foi dos melhores, para o início de outro, que se não é promissor, pelo menos enche de esperança, tamanho o otimismo deste que vos fala.

Parece a 27ª vez que escrevo isso.

É engraçado como fazer aniversário, uns anos atrás, era legal, interessante.

Havia aquele clima de festa, casa cheia, balões, bolo, brigadeiros…

Ok, isso faz tempo que não acontece. Aproximadamente…

27 anos.

São 27 anos de realizações, frustrações e sonhos. Já pensei em fazer várias coisas que não fiz e já fiz várias coisas que nem pensei em fazer.

Ainda não consigo me ver com 27 anos, mas, também não me via com 26.

Ano passado mesmo, reuni vários amigos no Guarujá e comemos uma carne regada com muita cerveja, numa noite para lá de divertida.

Acho que foram 27 garrafas e, perto, de 27 kg de carne.

Este ano, infelizmente, não foi possível repetir a noite do 30 de março passado. No mínimo, sairei com uns amigos, receberei uns telefonemas e, antes da meia-noite, lá para 23:27, já estarei em casa, provavelmente vendo o fim do CQC.

Vamos ver quando chegar no 28 como será.

Bolão do Paulistinha – 17ª Rodada

E o Bolão do Paulistinha está chegado ao seu final.

Como estou em posição que não condiz com a história do clube e sua tradição de títulos, vou partir para os palpites logo.

Segue então:
Continue reading

Formatura do Rafael

E mais um irmão da família Bonilha se formou.

Daquelas coisas que fazem a gente pensar no quanto o tempo voa e, se não aproveitarmos, como os grandes momentos têm que ser aproveitados.

Infelizmente, a festa não foi lá muito boa – a banda era um lixo, os garçons tudo FDP e, o principal, o formando sumiu – mas, como tinha Bohemia até umas horas, fiz o que tinha que fazer.

Segue abaixo uma foto ‘antes’.

formatura-rafa-052

E, agora, outra depois.

formatura-rafa-068

Ah sim, o copo d’água não é meu, alguém colocou ali e bateu a foto.

Agora é esperar pelo caçula, embora ainda esteja longe, e lembrar de infiltrar esse Zé Ruela na comissão de formatura para ter algumas benesses no dia da festa. hehehe

Bolão do Paulistinha – 15ª Rodada

E o Paulistinha, finalmente, está chegando à reta final.

Nesta 15ª rodada tem clássico interessante, com os dois timinhos mais chorões do país se enfrentado.

Aliás, bem bonito o time da Zona Leste. Encheu o saco do SP, imprensa, torcedor e tudo mais. Falou que era um desrespeito repassar 10% dos ingressos à torcidinha deles – que estava dentro da lei – e, no final das contas, fez pior com o Santos, repassando 6% dos ingressos e quase extorquindo o torcedor santista ao cobrar o dobro do valor, sendo barrado prontamente pelo MP.

Como quase ninguém falou nada, vemos como o timinho é tratado quando os interesses são ao seu favor e como o Santos é um time pequeno.

Aliás, já votaram na enquete do Brasileiro?

Enfim, chega desse assunto e vamos aos palpites:

Continue reading

Júlia e Gabriel são os nomes mais comuns em SP

Pelo menos em São Paulo e na geração que está por vir.

Segundo esta reportagem, Vitória, variantes de Gabriel – Gabriele, Gabriela, etc – Pedro e Ana e João, serão os nomes comuns do futuro.

Achei interessante a parte do levantamento que diz sobre os nomes da moda, que variam de acordo com o momento ou visita de algum astro pop ao país.

Logo, posso imaginar que esse ano nasceram e nascerão vários Bruces, Clôs, Steves, Eltons, entre outros famosos.

Ainda assim, os apóstolos Pedro, José e João, além da Maria, se garantem entre os top 10 do país, mas só se levar em consideração nomes compostos, como Maria Eduarda, José Carlos ou Pedro Henrique.

Segue o ranking paulista:

Continue reading

Som do Lua – Rap das Torcidas (1996)

Já faz algum tempo que eu procurava essa música e, finalmente, meio que sem querer, encontrei.

É bem interessante, principalmente por conta da roupagem que é dada e por conta do quão ignorante é esse ser chamado torcerdor-organizado.

Enfim, se vocês nunca ouviram, ouçam e digam o que acham.

Enquete para o Bolão do Brasileiro 2009

Pois é galera, dia 3 de maio tem início o campeonato de futebol mais disputado do planeta e, junto com ele, o Bolão mais divertido e também disputado da WEB.

Pelo menos para mim.

Ano passado, por conta de uma presença ilustre na segunda divisão, acabamos organizando o bolão com as séries A e B.

Apesar do sucesso, muita gente achou cansativa a brincadeira por conta do excesso de jogos.

Então, para saber qual a opinião de vocês, lanço a enquete abaixo:

[polldaddy poll=”1461610″]

Ela ficará no ar até o dia 30 de abril, quando definirei a forma de disputa da brincadeira.

Portanto, votem aí.

Resumo da minha vida nos últimos dias

Praticamente um título repetido, mas, sim, estou vivo.

Se querem saber um resumo do que anda acontecendo e do que aconteceu, saibam que, no carnaval, sumi em Atibaia, continuo correndo atrás de um emprego, estou escrevendo para o site Ato ou Efeito, twittando sem parar e… já disse que quero um emprego?

Na vida pessoal, comprei um bonsai, um aquário – que ainda está sem peixes – estou usando uma agenda e meu irmão se forma no próximo dia 21 de março.

Março, que aliás, é mês do meu aniversário, o qual, com certeza, não terá festa, já que não tenho dinheiro e, também, cai numa segunda.

Acho que é só isso.