História de sempre

E chegamos mais uma vez ao último dia de mais um mês e o blog largado, abandonado e parado aqui.

Jogado como se não tivesse mais nenhuma importância, com uma saga para terminar – que sabe-se lá quando vou terminar – e longe da época em que me dedicava a ele.

“Poxa Bonilha, depois que casou abandonou tudo?”

Não, o que acontece nesses últimos tempos, onde o blog está relegado a um pobre ostracismo é a dedicação a outras coisas. Desde um curso de idiomas que me consolida como rei dos modos básicos como a ajuda que dou ao meu amor, que está estudando e precisa de meu auxílio nos afazeres de casa. Um outro problema, este crônico e que, por enquanto, meio que se enraizou, é o PC lento, que me desestimula a ligá-lo, dirá escrever.

Pretendo voltar a me dedicar ao blog, pretendo renová-lo e pretendo deixar de fazer essas promessas.

Mas, por enquanto, fica mais essa promessa de tudo mudar no mês que vem.