Apesar da cagada, o novo blog vem aí

Por conta de um erro para lá de idiota da minha parte (normal), a estreia do novo blog, com tudo que tem direito, como novos escritores, novo visual, nova linha editorial e, o melhor, mais atualizações.

Infelizmente, a merda que fiz fez atrasar em dois meses o lançamento dessa merda toda.

Espero que curtam essa nova fase e que eu não faça nenhuma nova besteira configurando tudo de novo.

História de sempre

E chegamos mais uma vez ao último dia de mais um mês e o blog largado, abandonado e parado aqui.

Jogado como se não tivesse mais nenhuma importância, com uma saga para terminar – que sabe-se lá quando vou terminar – e longe da época em que me dedicava a ele.

“Poxa Bonilha, depois que casou abandonou tudo?”

Não, o que acontece nesses últimos tempos, onde o blog está relegado a um pobre ostracismo é a dedicação a outras coisas. Desde um curso de idiomas que me consolida como rei dos modos básicos como a ajuda que dou ao meu amor, que está estudando e precisa de meu auxílio nos afazeres de casa. Um outro problema, este crônico e que, por enquanto, meio que se enraizou, é o PC lento, que me desestimula a ligá-lo, dirá escrever.

Pretendo voltar a me dedicar ao blog, pretendo renová-lo e pretendo deixar de fazer essas promessas.

Mas, por enquanto, fica mais essa promessa de tudo mudar no mês que vem.

JORGE SCHROTER é o vencedor do Bolão do Brasileiro 2009

E finalmente chegou ao fim mais um Bolão Do Lua (carinhosamente chamado de Bolão do Da Lua, pelo Frank) do Brasileirão 2009!

O grande campeão é JORGE LUIZ RUPPENTHAL SCHROTER (o blog não é fraco, olha o sobrenome do Jorge), gremista de Três Passos, do glorioso Rio Grande do Sul.

Como fanático (acho) torcedor do Tricolor dos Pampas, Jorge receberá em casa a camisa abaixo. Sem fanatismo, atire a primeira pedra quem não achar essa camisa linda. Até eu fiquei com vontade de ter uma (não de vestir, claro). Por motivos óbvios, não poderei entregar a camisa pessoalmente, mas fiquei muito feliz que o blog tenha repercutido tão longe.

Grêmio_I

Jorge, ao contrário do seu Grêmio fora de casa, fez uma campanha memorável, perdeu o primeiro turno para Thiago Caiçara São-paulino por apenas 3 pontos, e depois deslanchou, sempre na miúda, sem alarde e mantendo a seriedade dos palpites, sem cair no oba-oba ou fugindo das concentrações.

“Eu posso dizer que honrei a camisa do meu Grêmio, assim como meu time fez ao decidir o campeonato brasileiro para o Flamengo, e deixando mais uma vez os colorados no “QUASE”, declarou o feliz campeão, do Bolão, de 2009”.

Thiago, o são-paulino, ficou em segundo no geral, perdendo muito rendimento, como o Atlético-MG e o Palmeiras, no final.

Provocado no primeiro turno, o corintiano J. Rafael, campeão de 2008, mostrou que não era refugo e reagiu, pulando da oitava colocação do primeiro, para terceiro no final. Talvez tenha faltado a segunda divisão para lutar pelo título. Tanto no bolão, como para o time dele.

Fechando a zona da Libertadores, interessante as arrancadas do feliz flamenguista João Paulo, que ficou em segundo no turno final, e o triste palmeirense Emerson, que ficou em terceiro. Terminando em quarto e quinto, respectivamente, no geral. Ano que vem podem dar trabalho.

Dos representantes do Bolão, para variar o Frank, campeão absoluto de 2007, que representou melhor os Operadores de Planilha, terminando, com uma campanha razoável, em oitavo no geral, enquanto este que vos fala, foi mal mais uma vez, encerrando o campeonato em um 17º lugar. Fosse no Brasileirão e estaria rebaixado.

Além de Jorge e Thiago (o são-paulino), quem ganhou também foi o corintiano Antonio, um dos dois analógicos do blog, que acertou a Rodada de Ouro, na 37ª rodada. Veja a felicidade do tiozinho ao receber o DVD “1977 – 23 anos em 7 segundos” na foto abaixo.

Imagem 001

23 Anos Em 7 Segundos

Claro que, provavelmente, ambos acima trocariam qualquer coisa pela felicidade que Thompson e João Paulo sentiram com a conquista do Mengo domingo.

“Sinceramente, com ou sem estrelas, desde o primeiro momento confiei no Flamengo como campeão e isso é exato no palpite enviado em maio. Entretanto, o que cabe ressaltar e não, tirar onda, a vitória do Flamengo foi uma resposta aos burrocratas do futebol, a imprensa que desprezou a força ultranatural que povoa a Gávea e a todos nós que precisávamos de esperança em nossa vida. Andrade foi Obama! Agradeço aos céus e ao Andrade por ter sido humilde e aguentado pancada durante quatro anos antes de assumir e mesmo depois que já tinha sido oficializado. Ele é daqui de Juiz de Fora e isso me dá muito orgulho. Dizem que foi meu vô dim que assinou sua transferência do Tupi para o Mengo em 70 e poucos. Penso que é muito digno para o espírito do futebol ter técnicos que imaginam e propõem antes a beleza cativante da coisa, do que o seu sucesso financeiro ou pessoal. Futebol é coisa séria, não por que movimenta milhões, mas por que mexe com o enigma profundo que nos coloca em pé diante um cotidiano repressor e conflitante. Futebol é razão, é emoção, é sensação e é imprevisibilidade, algo que cada vez mais se torna distante em nosso cotidiano sistemático, certinho, careta!”, afirmou, sem perder o fôlego, o feliz João Paulo.

“Diferente do técnico , Andrade, que levou o Mengão ao Hexa, fiquei na Zona do ‘Não vale Nada’ no Bolão, mas ano que vem volto, com mais experiência e palpites mais afiados rumo ao prêmio final!”, declarou o hexa Thompson que, segundos relatos, ainda não tirou a camisa rubro-negra, que usa desde sábado para dar sorte.

Mas, por incrível que pareça, acho que o mais feliz foi um dos membros da velha guarda do Bolão.

“O Fluminense me ensinou a acreditar nele, mesmo quando isso se torna racionalmente impossível”.

É Alan, torcer para o Fluminense deve exigir saúde de ferro e coração forte. Parabéns!

Bolão 2010

Galera, vou ser sincero, fazendo um balanço, não dei a devida atenção ao Bolão como deveria e fiz nos dois anos anteriores, aliás, como alguns perceberam, até o Blog ficou largado neste período.

Como falei no e-mail, até o fim do ano irei para o Guarujá e conversarei com o Frank sobre o futuro do Bolão. Confesso que até o fim da brincadeira pode rolar, assim como continuar e, quem sabe, algo para a Copa do Mundo. Tudo depende de vários fatores que, para não deixar o texto chato, não cabe aqui explicar. Mas resumindo tem a ver com o tempo (ou a falta dele).

Mais uma vez agradeço a todos pela participação: do campeão Jorge, passando por Thiago São-paulino, meu irmão J. Rafael, os flamenguistas João Paulo e Thompson, os mocoquenses Emerson, Prisila e Ana Carla, os brothers Fernando, Cido, Alan, Junior, Alexandre, Thiago Xanhenha e Diego (ahaha lanterna!), os zeladores corintianos Antonio, Fausto e Pascal, a família verde Conchita, Dylan e Nastassja, e os amigos ocultos Claudeilson, Erick, Paulo e Leandro.

E, obviamente, ao cara que sem ele não tem como fazer a bagaça andar, o santista Frank Duarte.

Valeu turma, e espero que ano que vem, as brincadeiras continuem, o campeonato seja bem emocionante e eu consiga dar um jeito de tornar o Bolão ainda mais interessante.

Abraços e bom fim de ano!

Marcos Bonilha

Classificação Final Bolão 2009

Bolão 1Bolão 2

A Volta do Blog

Sei que tem muita gente com saudades do velho Blog do Lua e que está, em bom português, de saco cheio de futebol.

Como disse, o Bolão é uma brincadeira que começou por acaso, ganhou vida própria e, se não fosse por ele, nem isso teria aqui, mas isso não vem ao caso agora.

Como notaram, o blog está diferente, estou testando novos visuais e vendo como fica.

Gostei desse, mas achei muito simples. Num primeiro momento, não vou falar nada para ninguém e vou deixar o pessoal ir redescobrindo o blog e deixando comentários a respeito do visual.

Se eu achar que ficou bom, fica esse mesmo, se não, mudo sem aviso prévio.

Se você chegou aqui e que está diferente, entre aí nos comentários e diga o que acha, afinal, um escritor não é nada sem os seus leitores.

Bolão do Brasileiro 2009 – 1ª Rodada

E começou o Bolão que empolga muita gente e, também, chateia alguns, principalmente por conta da ausência de conteúdo do Lua.

Explico.

Como ainda estou a mercê do mercado, o tempo que gastaria para fazer um post decente, uso para procurar emprego.

O Bolão, como é uma coisa feita em grupo e é só colocar os palpites com um comentário engraçadinho e pronto, fica mais fácil de fazer. Além de ser rápido.

Esse é o motivo pelo qual não ando postando como gostaria no Lua.

Mas chega de lenga-lenga e vamos para os palpites do Bolão mais famoso dos blogs de cor verde. =P

Esse ano, como bem sabem, a segunda divisão não estará mais presente (perdeu seu ilustre membro) e temos a novidade de tentar adivinhar quem levantará o caneco, irá para a Libertadores e cairá para o inferno da segundona.

Então, já que é para chutar o balde, vamos começar por quem vai amargar nas profundezas da tabela e chorará a falta de planejamento, elenco desmontado, queda de técnico, entre outras coisas.

Continue reading

Pesquisa, parte 2

É, parece que todo mundo gostou do parecido , mas ninguém deu a idéia ideia de qual dos templates era o mais legal.

Ou sou muito burro e não entendi que se referiam ao template que mostrava os templates.

Enfim, peço, novamente, a ajuda de vocês, qual o que vale: o parecido ou o que mostra o parecido (daqui a pouco vão achar que ganho um por fora por linkar tanto esse blog templeteiro.

Ah sim, vocês também acham que isso tudo é frescura e é melhor deixar do jeito que está?

Fico no aguardo das sapatadas.

Ano Novo, Blog Novo… tomara

Esse ano decidi não ter resoluções de ano novo.

Ou melhor, resolvi ter apenas uma: a de não fazer promessas.

Confesso que estou em um momento da vida que só desejo uma coisa, que é um emprego, mas há outras que fatalmente terei que fazer.

Por exemplo, desde que comecei o Lua, nunca tinha deixado ele tão de lado, como deixei nesse ano que passou. E olha que estreei domínio próprio, com hospedagem, layout e tudo mais.

No início dessa semana depositei o valor anual dos custos do blog, ou seja, não é justo com este espaço, e nem comigo, deixar tudo largado e abandonado.

Tenho várias idéias para o Lua, e acho até que já comentei por aqui, mas quando sento na frente do monitor, parece que tudo se esvai pelo ralo do esquecimento.

Vendo o retorno do Pretérito Passado – aliás, em grande estilo – bateu um certo arrependimento de ter deixado o Lua tão de lado. Até o Caderno Insone, que estava com uma média de um post por semestre, retornou com tudo e novo layout.

Também há alguns blogs novos, que conheci, que nem dei a atenção devida, como o da Menina do Copo d’água, Capacitando o Fluxo, da Hérika, da Dani ou da Sam.

Enfim, quero ver se estreio (sem acento?) a tão prometida coluna das Histórias que Merecem ser Contadas e se mudo o layout do blog.

Ou seja, mudar as coisas um pouco e deixar de ser tão vagabundo.

Questão de hábito, eu sei, mas não custa nada tentar novamente.

Torçam para não ficar só das letras para fora.