Presente dos Dias das Mães Inesperado

Dona Lúcia Feliz acompanhando o seu Time ser Campeão.

No último domingo, dia das mães, após um início complicado, com brigas entre os Bonilhas, levamos a dignissíma D.Lúcia, mãe dos Bonilhas para viver um dia das mães diferente: acompanhar o Santos, seu time do coração no jogo decisivo do Paulista 2012. A última vez que ela tinha visto o Santos ao vivo, o Pelé era um garoto recém – saído das fraldas.

O combinado era sair cedo no domingo do Guarujá para poder chegar em SP por volta das 13 horas e poder chegar no estádio com tranquilidade. Bem, esse era o combinado, como com a Dona Lúcia, se não tiver pelo menos 1 hora de atraso, não é a D. Lúcia. Saí de casa cedo, pois tinha jogo decisivo (quartas de final da libertadores católica do Guarujá de futsal :P) às 09 da manhã, já sabendo que chegaria em cima da hora em SP. Ao sair, D. Lúcia já acordada, arrumando as coisas para subir, pensei: “Pelo jeito vai chover até transbordar o Morumbi, ela já está de pé e arrumando as coisas, vai chegar no horário ou até cedo”. Pensamento que viria  a se tornar totalmente furado mais tarde.

Acabado o jogo, classificado e feliz, ligo para ela para contar o feito histórico (Corinthians, já estou na semi, coisa que você não chegou ainda, rsrs). Eis que me atende assim: ” E daí, estou aqui na Ponta da Praia esperando o corno do seu irmão que me ligou às 09 falando que estava indo para casa, me atrasou toda e agora estou a quase uma hora e meia esperando aquele merda. E cade você, já está chegando? Pois cansei de esperar e vou embora, vocês que se f…” Nota-se que ela estava bastante “feliz” com a situação toda. Falei que estava a caminho, cheguei no ponto de ônibus, com apenas uma senhora, pergunto para ela: ” Já passou algum 77?”, ela responde: “Estou a quase 20 minutos aqui e não veio nenhum”. Fiquei preocupado, era 10:35 e estava no  Guarujá ainda.

Toca o celular, o Daniel na linha, preocupado: ” Cadê você? Acabei de chegar e tem um ônibus que vai sair às 11, você consegue chegar em tempo? Se sim, eu compro a sua passagem”. Diante desta proposta, não pensei duas vezes e fui para o ponto de táxi e peguei um, o tiozinho super tranquilo: ” Em 10min você está no terminal, não se preocupe”. Chegamos em 15min e na sorte que consegui pegar a barca, chegando na Ponta da Praia exatemente 11 da manhã, ônibus ligado e pronto para sair.

D. Lúcia brava com todo mundo, embarcamos rumo a Sampa rezando para que o motorista fosse daqueles que faz Santos – São Paulo em 45 min e ainda comenta que demorou para chegar. Infelizmente não foi o caso, chegamos no Jabaquara 12:50 e com Dona Lúcia cada vez mais nervosa: “Vamos chegar tarde no seu irmão, temos que comer e não podemos sair tarde de lá”.  Graças a Deus, o metrô foi rápido e chegamos no Santa Cecília às 13:30, para variar o Marcos não tinha comida para a nós e muito menos disposição em preparar alguma coisa, a sorte foi a feira que estava acabando e comer um pastel gelado com um caldo de cana de procedência muito suspeita.

Alimentados e dispostos, fomos em direção ao estádio, chegando lá um clima de festa por parte dos santistas, e de preocupação por nossa parte, pois o Daniel não tinha ingresso e ia tentar comprar de um cambista, mas tinha que ser da torcida do Guarani, já que era o que compramos por falta de opção. Encontrado o primeiro cambista o cara me faz a seguinte proposta: ” 1 por R$ 100 e 2 por R $150″. O Daniel, que tem uma criação de escorpião na carteira, da espécie mais venenosa do mundo me solta a contraproposta: “Tenho só R$ 70, aceita?” O cambista, sem muita escolha, aceita. Detalhe: O Marcos pagou R$ 60 em cada um, então o Daniel não saiu tanto no prejuízo.

Chegada ao Estádio, nota-se a tranquilidade para poder entrar.

Resolvido o problema do ingresso, enfrentamos uma verdadeira multidão para entrar nele, depois de entrar, fomos parar na arquibancada amarela do  Morumbi, sendo que os ingressos era para a arquibancada vermelha, coisas do futebol. Um frio daqueles animava ainda mais a gente para o jogo, detalhe: Dois sãopaulinos, um corinthiano, esse que vos escreve e uma santista no meio da torcida do Santos. O que não fazemos para ver a nossa mãe sorrindo…

Começa o jogo e vemos um Santos achando que decide a qualquer momento e um Guarani guerreiro, indo pra cima. Na arquibancada, D. Lúcia empolgada cantando e pulando sem parar, Marcos e Eu tirando foto e postando no Facebook e Daniel, Daniel esticando o braço quando a torcida esticava e não dizendo uma palavra, com uma cara de enterro. Esse estava curtindo o momento :P.

O Marcos, para disfarçar, cantou todas as músicas, errado é claro, e eu fiquei no simples e sem erro: “Santos eooo, Santos eoooo. Estando em território estranho, tem que disfarçar da melhor maneira possível. Durante uma reposição e outra, eu, Marcos e os demais torcedores fazia uma análise profunda da qualidade das gandulas, eis que em uma desta análises, falando sobre o quase choque entre duas gandulas na disputa de bola, eis que o Daniel me solta: “Poxa, vocês viram o pastor alemão da Polícia, que bonito”. Sãopaulino, no Morumbi, não poderia esperar outra coisa…. Segue o jogo como diz o Milton Leite, no gramado Santos ganhando de 3 x 2 e Dona Lúcia mais do que feliz de estar vendo o Neymar destruir a zaga do Guarani. Meu, quando tiver saco, monto um time no PES 2012 com Neymar, Messi, Iniesta, Xavi e no ataque pode ser o Adriano mesmo, afinal com um meio de campo destes, até eu no ataque faço gol fácil, fácil.

D. Lúcia com os Bonilhas: Marcos e Daniel no estádio durante o jogo.

Termina o jogo, Santos 4 X 2 e campeão, D. Lúcia feliz da vida e começa o martírio para voltar para casa, ou melhor para o apartamento do Marcos no Santa Cecília. Antes de ir para lá, passamos no Walmart para comprar a janta e com isso evitar ônibus lotado. Chegamos no Santa Cecília quase 21 horas, mortos com frio e com sono, muito sono, pelo menos eu. Mas com o dever cumprido, pois D. Lúcia estava radiante e falando a todo instante: “Meus meninos me levaram para o jogo e ver meu time campeão”. Apesar dos sufocos, valeu a pena dar um presente diferente para D. Lúcia, uma mulher que nos ensinou e nos ensina muito com sua alegria, determinação e garra. Agora se virar para pagar a aventura.

Abraços,

Rafael Bonilha.

Bonilha na Folha de São Paulo

Eis que no fim de mais uma jornada de trabalho, já saindo do trabalho, o amigo @mesaquadrada_mq (aka @Mau10) diz que minha fama de pé-frio chegou ao jornal Folha de São Paulo.

Como assim Bial?

Ele me manda esse link (só para assinantes) e me surpreendo com uma análise do colunista de opinião Marcos Augusto Gonçalves sobre a cobertura da Copa via TV, Twitter e Facebook, citando um tweet meu sobre um comentário do comentarista (redundância a gente vê por aqui) da Rádio Bandeirantes sobre a Espanha ser o Botafogo de castanholas, durante o jogo da seleção Espanhola contra os Suíços, no qual os amarelões favoritos sucumbiram aos precisos e educados (maioria do time fala mais de 5 idiomas) helvéticos.

Como a matéria online não pode ser vista por todos, lembrei que o restrito no site também sai na versão impressa, resolvi correr atrás do jornal e, após passar em uma banca e não encontrar o exemplar, corri em outra e encontrei o jornal.

Segue abaixo, o Bonilhão aqui finalmente reconhecido pelo seu talento de falar bobagem, num caderno de Esportes, em época de Copa, rachando a página com Malouda, Han Solo e a Princesa Leia. Sim, nem eu entendi, mas o que interessa é que saí na Folha!


Clique para ampliar, coluna da direita.

Será que agora sou relevante? =P

Sobre o Bolão do Blog do Lua 2010

Bem galera, já devem ter notado que esse ano não terá o tradicional Bolão do Blog do Lua.

Infelizmente, por motivos de força maior não poderei organizar a brincadeira que, por três anos seguidos, fez a diversão de muita gente durante o campeonato mais importante do país, crescendo e com perspectivas promissoras para o futuro.

O motivo é o de sempre, falta de tempo.

Como devem ter notado, no fim do campeonato passado, Frank já estava saturado e eu não conseguia acompanhar como devia, principalmente após ter começado a trabalhar. Pensei até em parar, mas como tinha um compromisso com vocês, continuamos firmes e fortes, já pensando no que fazer para o bolão seguinte. Mesmo com o Frank sugerindo os bolões já prontos, onde basta cadastrar que tudo flui automaticamente, achei melhor parar, já que a essência do bolão inicial, onde tirávamos sarros um do outro de forma sadia e interagiávamos bem, se perderia.

Não sei se ano que vem volta, tenho que arrumar algumas coisas da minha vida para conseguir me dedicar a isso.

Se vocês quiserem continuar sabendo sobre o que ando apitando por ai, entrem nesse link http://podcastdosvisitantes.wordpress.com/. Provavelmente haverá um Bolão da Copa do Mundo envolvendo esse podcast e o Blog.

Obrigado pela força galera.

JORGE SCHROTER é o vencedor do Bolão do Brasileiro 2009

E finalmente chegou ao fim mais um Bolão Do Lua (carinhosamente chamado de Bolão do Da Lua, pelo Frank) do Brasileirão 2009!

O grande campeão é JORGE LUIZ RUPPENTHAL SCHROTER (o blog não é fraco, olha o sobrenome do Jorge), gremista de Três Passos, do glorioso Rio Grande do Sul.

Como fanático (acho) torcedor do Tricolor dos Pampas, Jorge receberá em casa a camisa abaixo. Sem fanatismo, atire a primeira pedra quem não achar essa camisa linda. Até eu fiquei com vontade de ter uma (não de vestir, claro). Por motivos óbvios, não poderei entregar a camisa pessoalmente, mas fiquei muito feliz que o blog tenha repercutido tão longe.

Grêmio_I

Jorge, ao contrário do seu Grêmio fora de casa, fez uma campanha memorável, perdeu o primeiro turno para Thiago Caiçara São-paulino por apenas 3 pontos, e depois deslanchou, sempre na miúda, sem alarde e mantendo a seriedade dos palpites, sem cair no oba-oba ou fugindo das concentrações.

“Eu posso dizer que honrei a camisa do meu Grêmio, assim como meu time fez ao decidir o campeonato brasileiro para o Flamengo, e deixando mais uma vez os colorados no “QUASE”, declarou o feliz campeão, do Bolão, de 2009”.

Thiago, o são-paulino, ficou em segundo no geral, perdendo muito rendimento, como o Atlético-MG e o Palmeiras, no final.

Provocado no primeiro turno, o corintiano J. Rafael, campeão de 2008, mostrou que não era refugo e reagiu, pulando da oitava colocação do primeiro, para terceiro no final. Talvez tenha faltado a segunda divisão para lutar pelo título. Tanto no bolão, como para o time dele.

Fechando a zona da Libertadores, interessante as arrancadas do feliz flamenguista João Paulo, que ficou em segundo no turno final, e o triste palmeirense Emerson, que ficou em terceiro. Terminando em quarto e quinto, respectivamente, no geral. Ano que vem podem dar trabalho.

Dos representantes do Bolão, para variar o Frank, campeão absoluto de 2007, que representou melhor os Operadores de Planilha, terminando, com uma campanha razoável, em oitavo no geral, enquanto este que vos fala, foi mal mais uma vez, encerrando o campeonato em um 17º lugar. Fosse no Brasileirão e estaria rebaixado.

Além de Jorge e Thiago (o são-paulino), quem ganhou também foi o corintiano Antonio, um dos dois analógicos do blog, que acertou a Rodada de Ouro, na 37ª rodada. Veja a felicidade do tiozinho ao receber o DVD “1977 – 23 anos em 7 segundos” na foto abaixo.

Imagem 001

23 Anos Em 7 Segundos

Claro que, provavelmente, ambos acima trocariam qualquer coisa pela felicidade que Thompson e João Paulo sentiram com a conquista do Mengo domingo.

“Sinceramente, com ou sem estrelas, desde o primeiro momento confiei no Flamengo como campeão e isso é exato no palpite enviado em maio. Entretanto, o que cabe ressaltar e não, tirar onda, a vitória do Flamengo foi uma resposta aos burrocratas do futebol, a imprensa que desprezou a força ultranatural que povoa a Gávea e a todos nós que precisávamos de esperança em nossa vida. Andrade foi Obama! Agradeço aos céus e ao Andrade por ter sido humilde e aguentado pancada durante quatro anos antes de assumir e mesmo depois que já tinha sido oficializado. Ele é daqui de Juiz de Fora e isso me dá muito orgulho. Dizem que foi meu vô dim que assinou sua transferência do Tupi para o Mengo em 70 e poucos. Penso que é muito digno para o espírito do futebol ter técnicos que imaginam e propõem antes a beleza cativante da coisa, do que o seu sucesso financeiro ou pessoal. Futebol é coisa séria, não por que movimenta milhões, mas por que mexe com o enigma profundo que nos coloca em pé diante um cotidiano repressor e conflitante. Futebol é razão, é emoção, é sensação e é imprevisibilidade, algo que cada vez mais se torna distante em nosso cotidiano sistemático, certinho, careta!”, afirmou, sem perder o fôlego, o feliz João Paulo.

“Diferente do técnico , Andrade, que levou o Mengão ao Hexa, fiquei na Zona do ‘Não vale Nada’ no Bolão, mas ano que vem volto, com mais experiência e palpites mais afiados rumo ao prêmio final!”, declarou o hexa Thompson que, segundos relatos, ainda não tirou a camisa rubro-negra, que usa desde sábado para dar sorte.

Mas, por incrível que pareça, acho que o mais feliz foi um dos membros da velha guarda do Bolão.

“O Fluminense me ensinou a acreditar nele, mesmo quando isso se torna racionalmente impossível”.

É Alan, torcer para o Fluminense deve exigir saúde de ferro e coração forte. Parabéns!

Bolão 2010

Galera, vou ser sincero, fazendo um balanço, não dei a devida atenção ao Bolão como deveria e fiz nos dois anos anteriores, aliás, como alguns perceberam, até o Blog ficou largado neste período.

Como falei no e-mail, até o fim do ano irei para o Guarujá e conversarei com o Frank sobre o futuro do Bolão. Confesso que até o fim da brincadeira pode rolar, assim como continuar e, quem sabe, algo para a Copa do Mundo. Tudo depende de vários fatores que, para não deixar o texto chato, não cabe aqui explicar. Mas resumindo tem a ver com o tempo (ou a falta dele).

Mais uma vez agradeço a todos pela participação: do campeão Jorge, passando por Thiago São-paulino, meu irmão J. Rafael, os flamenguistas João Paulo e Thompson, os mocoquenses Emerson, Prisila e Ana Carla, os brothers Fernando, Cido, Alan, Junior, Alexandre, Thiago Xanhenha e Diego (ahaha lanterna!), os zeladores corintianos Antonio, Fausto e Pascal, a família verde Conchita, Dylan e Nastassja, e os amigos ocultos Claudeilson, Erick, Paulo e Leandro.

E, obviamente, ao cara que sem ele não tem como fazer a bagaça andar, o santista Frank Duarte.

Valeu turma, e espero que ano que vem, as brincadeiras continuem, o campeonato seja bem emocionante e eu consiga dar um jeito de tornar o Bolão ainda mais interessante.

Abraços e bom fim de ano!

Marcos Bonilha

Classificação Final Bolão 2009

Bolão 1Bolão 2

Bolão do Brasileiro 2009 – Última Rodada

E chegamos a última rodada do campeonato.

Frustrante para os são-paulinos, é verdade, mas serviu para mostrar o quanto o muriçoca não era grande coisa.

Enfim, foi um bom campeonato.

Ia fazer um texto de agradecimento, mas lembrei que ainda tem o texto final e os comentários sobre os cinco primeiros e rebaixados. Então seguirei normalmente.

E não é que tivemos um acertador na Rodada de Ouro?

Justamente um dos ‘analógicos’ da brincadeira, o sêo Antonio!

O velhinho corintiano não acertou nenhum em cheio, mas acertou os vencedores das quatro partidas que selecionei. Aliás, pela primeira vez, vi alguém acertando todos os resultados. Está certo que só um em cheio, mas não deixa de ser um fenômeno. Acho que é a primeira vez que isso acontece, talvez o Frank tenha visto antes e eu tenha deixado passar batido. Mesmo assim, é raro.

Enfim, ele nem vai chegar a ler isso, já que, junto com o Fausto, me entrega os palpites em papeizinhos escritos à mão. Logo, aproveitarei para fazer uma surpresa ao entregar o prêmio. Se der, tiro foto e coloco aqui.

Voltando ao futebol, ainda acredito, tanto que postarei meus palpites logo abaixo pela última vez no ano:

São Paulo 5 x 1 Sport. Washington faz a festa, quem sabe ainda dá tempo.

Santos 1 x 3 Cruzeiro. A vingança de Luxa…

Barueri 4 x 1 Atlético-PR. Val Baiano se despede em grande estilo.

Coritiba 2 x 1 Fluminense. Paraíba salva o Coxa e Flu morre na praia.

Internacional 1 x 1 Santo André. Inter nem sua parte faz.

Flamengo 1 x 1 Grêmio. Maracanã quieto, pela enésima vez.

Vitória 1 x 2 Goiás. Sua hora vai chegar Goiás, pode apostar.

Náutico 2 x 0 Avaí. Timbu se despede com honra.

Atlético-MG 3 x 1 Corinthians. Tardelli artilheiro. Apenas.

Botafogo 3 x 0 Palmeiras. Jóbson de novo. Verdinho entra de férias e fica por ali mesmo até as coisas esfriarem.

Bolão do Brasileiro 2009 – 37ª Rodada

E os palpites voltam ao blog também, nesta fase decisiva do campeonato.

Na rodada de ouro, ninguém acertou todos os jogos. Em cheio, só Nastassja e Cido acertaram um jogo cada. Aliás, Cido foi o que mais passou perto de ganhar o presentinho especial do blog, mas não contava com a Rotheada do Galo e acabou ficando só com o gosto do doce na boca.

Já que ninguém acertou, faço novamente. Para esta rodada, os jogos que escolhi foram:

Continue reading

RODADA DE OURO – BOLÃO DO DA LUA – 36ª RODADA

Olá meus amigos Bolunáticos!

Tudo bem?

Finalmente, consegui organizar esse estímulo para a galera, graças à nossa estimada Receita Federal, conseguirei fazer algo que estava previsto desde o começo, mas, infelizmente, só pude fazer agora.

E, provavelmente, será a única.

Enfim, isso vai ser para animar a galera que acha que não tem mais chances, que não vê a hora de ver o Bolão terminar e que só está aqui até agora porque ainda acha os e-mails divertidos. Ou não. (Cléber Machado Feelings).

É a Rodada de Ouro do Bolão.

Escolhi quatro jogos dessa rodada, onde quem acertar os resultados EXATOS ganham um prêmio no nível do vencedor de turno. Obviamente, vocês acharão difícil, quase impossível e coisa e tal.

Mas, caso ninguém acerte, premiarei aquele que acertar os vencedores e/ou empates das partidas, não precisando levar em conta a exatidão do placar.

Caso ninguém acerte os quatro jogos (ou eu acerte, aí sim, impossível), talvez transfira para a próxima rodada. Não decidi ainda, só sei que ninguém ganha nada. rs

Ou seja, só ganha se acertar ou todos os resultados em cheio, ou, se ninguém acertar, os vencedores.

Se ocorrer de mais de um acertar os quatro, o desempate se dará em função de quem mandou primeiro para o Frank/Eu.

Ah sim, os palpites serão válidos para o Bolão normalmente, talvez, a única novidade é que vocês pensarão um pouquinho mais antes de colocar os palpites e correrão o risco de ganhar alguma coisa, caso consigam fazer 25 pontos (um será o jogo 10 provavelmente) em cheio.

Seguem os jogos escolhidos a dedo para esta brincadeira:

Grêmio x Palmeiras

Um, único invicto em casa, ainda pensando se tem chances na Libertadores e outro tentando se encontrar para ver se ainda pode lutar pelo título.

No primeiro turno 1×1 no Palestra.

Botafogo x São Paulo

O Fagulha com o bafo do Flu no cangote e fugindo do rebaixamento, o Tricolor buscando o Hepta, mas sem convencer muito.

No primeiro turno 3×1 para o São Paulo no Morumbi.

Atlético-MG x Internacional

Galo ainda sonhando com o título tão sonhado, Colorado buscando a vaga na Libertadores.

Primeiro turno, no Beira Rio, 3×0 para o time do Chapolin.

Atlético-PR x Cruzeiro

O já chamado de furacão ainda à sombra da zona do rebaixamento, Raposa buscando a vaga na Libertadores, e, quem sabe, o título.

No Mineirão, o Ventinho surpreendeu e venceu a raposa por 0x2, mas lembre-se que o Cruzeiro estava tentando ganhar a Libertadores.

Boa Sorte Pessoal!

Obs: Só é válido para quem está participando e ativo no Bolão, quem saiu, desistiu ou quer participar só agora, não concorrerá.

Ps: Esse post também servirá para quem posta os palpites das rodadas por aqui ainda.

Bolão do Brasileiro 2009 – 26ª Rodada – Por Fernando Amaral

Como prometido há algum tempo, o espaço do blog será alternado entre meus palpites, e o de algum bolunático que enviar comentários divertidos.

J. Rafael até que tentou, mas alguém teria dúvida que a estreia se daria com aquele que sempre luta pelas posições, digamos, mais nobres do Bolão.

Quanto aos meus palpites, seguem nos comentários:

Seguem os palpites do Fernando:

Continue reading

Bolão do Brasileiro 2009 – 25ª Rodada

E chegamos à 25ª rodada, tudo embolado, um líder incompetente, um segundo mais ainda e um terceiro que não sabe se segura um pouco mais ou dispara de vez, já que só tem refugo no campeonato.

Enfim, seguem os palpites:

Continue reading

Bolão do Brasileiro 2009 – 24ª Rodada

Ok, passaram-se três rodadas desde que foi definido o campeão do primeiro turno. Como fiquei sem internet durante esse tempo, acabei não enviando o prêmio para o Thiago.

Bem, de hoje não passa, daqui a pouco estou escolhendo e, lá para quarta-feira, deve tá chegando. Não se preocupe, ainda não esqueci. =P

Seguem meus palpites da semana, após um merecido descanso na quarta.

Continue reading