Como a blogosfera pode amadurecer

Quer saber por que a blogosfera nacional é uma joça e a gringa caminha a passos largos para a maturidade.

Quer saber o que fazer para melhorar e quais erros não cometer?

Quer saber por que diabos as coisas aqui não andam como deveriam?

Enfim, acesse esse artigo, do ótimo Brontossauros em meu jardim, que você entenderá porque as coisas no Brasil são tão difíceis.

Vale a pena.

Todos os Jornais do Estado de São Paulo

Olhando pela internet achei o site Jornais de Hoje, onde encontrei uma lista com jornais de todo Estado de São Paulo, pelo menos aqueles que têm link.

Resolvi, então, compartilhar com todos, já que é praticamente um achado uma página assim. Principalmente pelo nome de alguns jornais.

O meu preferido é o Berro do Coronel, que ia fazer um baita sucesso em cidades litorâneas.

Confesso que não testei todos os links, mas acredito que todos funcionem.

Qualquer coisa errada, ou um novo jornal para acrescentar à lista, avisem que arrumo aí embaixo.

Futuramente colocarei o link na barra lateral, assim ninguém vai precisar ficar procurando no arquivo do Lua.

Aproveitem!

Continue reading

Bonilha na TV, Youtube e Internet

Ah sim, quase me esqueço.

Na sexta-feira participei do Programa E-Farsas, da Just TV, com o pessoal do Ato ou Efeito, site que escrevo sobre animação, cinema e o que mais vier na telha.

Apesar do calor no estúdio e da chuva que caiu em SP, achei divertido e bacana, espero que da próxima vez que me convidarem, possa falar mais.

O programa já está na rede e sou o terceiro – da esquerda para direita – que fala (pouco).

Ignorem o Théo, ele é mal humorado assim mesmo. hehe

Depois digam o que acharam nos comentários.

Lembrete: Coloquem para carregar a partir dos 25 minutos, mais ou menos na metade do vídeo, assim vocês não gastam banda, não perdem tempo com a entrevista anterior e ainda ganham alguns minutos.

Segue aí.

Ano Novo, Blog Novo… tomara

Esse ano decidi não ter resoluções de ano novo.

Ou melhor, resolvi ter apenas uma: a de não fazer promessas.

Confesso que estou em um momento da vida que só desejo uma coisa, que é um emprego, mas há outras que fatalmente terei que fazer.

Por exemplo, desde que comecei o Lua, nunca tinha deixado ele tão de lado, como deixei nesse ano que passou. E olha que estreei domínio próprio, com hospedagem, layout e tudo mais.

No início dessa semana depositei o valor anual dos custos do blog, ou seja, não é justo com este espaço, e nem comigo, deixar tudo largado e abandonado.

Tenho várias idéias para o Lua, e acho até que já comentei por aqui, mas quando sento na frente do monitor, parece que tudo se esvai pelo ralo do esquecimento.

Vendo o retorno do Pretérito Passado – aliás, em grande estilo – bateu um certo arrependimento de ter deixado o Lua tão de lado. Até o Caderno Insone, que estava com uma média de um post por semestre, retornou com tudo e novo layout.

Também há alguns blogs novos, que conheci, que nem dei a atenção devida, como o da Menina do Copo d’água, Capacitando o Fluxo, da Hérika, da Dani ou da Sam.

Enfim, quero ver se estreio (sem acento?) a tão prometida coluna das Histórias que Merecem ser Contadas e se mudo o layout do blog.

Ou seja, mudar as coisas um pouco e deixar de ser tão vagabundo.

Questão de hábito, eu sei, mas não custa nada tentar novamente.

Torçam para não ficar só das letras para fora.

Ficando em casa no sábado à noite

O problema de ficar em casa em um sábado à noite chuvoso, e sozinho, é que você vai buscar a solução– se é que isso é um problema – na internet.

É meio desesperador. Você acessa o messenger, liga o Gtalk, conecta o Skype, vai em algum chat, manda mensagens no Twitter e espera algum convite para sair, tomar uma cerveja, um encontro, uma trepada (o céu), enfim, espera qualquer coisa. Só não quer ficar em casa vendo o Zorra Total, a mãe contando histórias da sua época, ou, pior, dormir cedo.

A situação piora ainda mais quando você, cheio de planos para o dia sabático, se vê sem saída porque sua galera cancelou o encontro no bar, a namorada vai ter que ir ao aniversário do primo de três anos (comemore se você não foi obrigado a ir) ou a amante recebeu uma surpresa do marido e você relegado a segundo plano (o que deve ser normal, diga-se de passagem). Aí a solução, que parece ser mais simples é caçar alguém na rede como você.

Algum pobre mortal abandonado que foi largado por algum semelhante que julgava íntimo, mas na primeira oportunidade, o largou para ser jogado à fúria infame do humor de quinta da emissora-mãe e a um filme que já repetiu 245564 vezes. Neste mês.

Às vezes a pessoa obtém sucesso e consegue descolar uma baladinha, um papo no bar e uma breja.

Também bate na trave.

– No msn no sábado?
– Pois é, a galera pipocou.
– Pô, vamos para a Fucking Rave Fest!
– Só se for agora. Mas você passa aqui?
– Passo, mas na volta não vou te deixar em casa.
– Ué, mas por quê?
– Você mora longe, complica.
– Mas você não vai passar aqui.
– É diferente.
– Ah, sim. Você vem, me tira de casa e, na hora que não há um ônibus na rua, você quer me largar no meio do caminho. Vai sifudê.
– Você não entendeu…

E bloqueia o zé mané acabando com uma amizade de séculos.

Até o próximo convite regado a cerveja, com ele pagando, claro.

Agora, se está num chat, pode apostar que, se for mulher, virá cantadas e propostas indecorosas de tudo quanto é lado. Caso seja homem, virão várias, mas para mudar de time, se é que vocês entendem.

É um saco ficar em casa no sábado, ainda mais chovendo, mas tem o lado bom, como responder seus recados no orkut que já estão lá há 6 meses, ler seus feeds, ou quem sabe, atualizar o blog, com posts sem pé nem cabeça.

Ou seja, tudo tem seu lado bom.

Ou não.

Logos de empresas em seus ambientes

Não sei se vi no Sedentário ou em algum outro blog, mas achei legal mesmo assim.

Um site onde montaram fotos com o logo de empresas em seus respectivos ambientes, como o pingüim do Linux na Antártida.

Ficou legal e criativo, de vez em quando aparecem idéias na web que dá gosto de ver, apesar de não ter utilidade nenhuma.

Quem quiser ver mais, clique aqui.

Boa ou má notícia? – Internautas confiam cada vez mais em informações de blogs

O Instituto de Pesquisas Qualibest realizou uma pesquisa com internautas brasileiros e descobriu que 12% do total de entrevistados acreditam totalmente, enquanto 86% acreditam parcialmente nas informações publicadas nos blogs nacionais.

Segundo a pesquisa, 72% dos entrevistados confirmaram que os blogs ajudaram a formar uma opinião sobre marca ou serviço.

O objetivo do estudo foi mostrar o perfil do leitor de blogs no Brasil e avaliar quais os mais lidos, acessados e conhecidos no país. Os temas preferidos são curiosidades (18%), humor (15%), internet (10%), seguidos de notícias e tecnologia em geral (9% cada). Apenas 9% dos entrevistados costumam acessar blogs internacionais.

A pesquisa mostra que os blogs estão se firmando como uma mídia sólida e forte, mas também revela o perigo de informações erradas caírem na boca do povo e serem dadas como verdade.

Ando pensando em escrever mais a fundo sobre alguns problemas que vêm ocorrendo na rede de blogs nacional, mas estou me segurando, pois já há páginas demais falando sobre o próprio universo.

Mas, do jeito que andam as coisas, logo seja preciso me manifestar.

O Qualibest consultou 1820 pessoas, todas por e-mail.

Mais informações no Comunique-se.

Cadastrado no Blogblogs

Bem galera, se repararem ali na lateral, coloquei um widget do Blogblogs, além de me cadastrar no portal (ou site) que é um indexador de blogs, sendo o pioneiro e maior da internet em língua portuguesa.

Isso significa que, agora, o Lua ficará mais fácil de ser achado na web, além de poder ser linkado (odeio estrangeirismos), lido e indexado por outros indivíduos que estejam cadastrados no site (ou portal) ou que venham por buscadores.

É interessante.

Não sei se tem uma eficiência prática, mas já tinha muita gente me enchendo o saco para cadastrar o Lua lá, então vamos ver no que vai dar.

Perdi minha tarde nisso e aproveitei para reparar em outra coisa que me deixou bem chateado.

Não vou tomar nenhuma atitude ainda, vou checar mais a fundo, mas se o que vi em alguns lugares for regra, vou chutar o pau da barraca também.

Só para esclarecer implicitamente.

Ouvi dizer (confirmado por muitos) que o bem mais valioso na internet é o link, se isso é verdade, logo, sou um cara generoso e que distribui muitos bens, mas que não ganha muito com isso.

Se confirmado, acho que o Lua vai passar por novas mudanças, principalmente no blogroll.