Fim de semana sem lenço

Estava preparando um crônica (faz tempo que não escrevo uma) bem água-com-açúcar-canalha, mas eis que o editor de texto (famoso Word) dá pau e perco tudo. Como bom cidadão que sou, não salvei nada.

Bem, como não vou reescrever tudo de novo e, mesmo escrevendo, a idéia não seria a mesma, vou-me embora para ZL (Zona Longe) e passar o fim de semana abandonado em Sampa.

Não vou para Baixada, Vagner viajou para Limeira, depois iria para Jarinu e, com certeza, pousaria em Guarujá.

O jeito é fazer o cadastro na locadora, me esbaldar em filmes e me aventurar a tentar matar o Mickey, nosso novo companheiro de quarto.

Bem, melhor jeito de conhecer essa megalópole não há. Quem sabe não arrumo alguma companhia na Vila Madalena ou no Ibirapuera?

Bom fim de semana a todos e apreciem essa crônica do mestre Veríssimo, já que a minha foi para o espaço.

O assunto era praticamente o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =